11 sinais da depressão que merecem sua atenção | bioXtra

11 sinais da depressão que merecem sua atenção

 em Depressão

A depressão afeta 322 milhões de pessoas pelo mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde, você não está sozinho!

Uma doença muitas vezes silenciosa e discreta que vem aos poucos consumindo quem convive com ela. Os sinais da depressão precisam ser identificados para serem tratados e compreendidos com maior facilidade e rapidez. A cura pode ser obtida com tratamento adequado, melhorando a qualidade de vida do paciente.  Confira nesse texto 11 sinais da depressão que merecem sua atenção.

Principais sinais da depressão

Dores no corpo:

São comuns dores sem uma causa física real ou que não melhoram com tratamentos específicos. Podem ser dores abdominais, musculares causadas por tensão, dor de cabeça frequente, distúrbios gastrointestinais, gastrite, boca seca e em muitos casos a sensação de algo preso na garganta.

Cansaço:

Diminuição de energia, se sentir exausto ao realizar tarefas diárias simples são sinais para identificar o quadro da depressão. A sensação é como sofrer de estresse o tempo todo. A fadiga emocional pode ser causada também pela ansiedade, que da mesma forma desmotiva e causa frustração.

Baixa autoestima:

Com o quadro de depressão é comum o desleixo com a aparência ou até, em casos mais graves, com a higiene. A doença cria uma imagem diferente na cabeça de quem está sofrendo, se sentindo impotente a auto estima cai e dá espaço para insegurança causando falta de segurança, medo e ansiedade.

Distúrbios do sono:

Outros sinais da depressão que merecem atenção são as alterações na rotina do sono, insônia ou a dificuldade de permanecer dormindo, sono em horários que não são “aceitáveis” ou também a hipersônia idiopática, quando a pessoa permanece muito sonolenta sem um motivo aparente.

Desinteresse e/ou apatia:

A mudança de comportamento as vezes é preocupante, o desinteresse repentino por algo que antes era prazeroso se encaixa em várias situações, já que a depressão esgota energias físicas e mentais aos poucos. A apatia pode se encaixar nas interações sociais e até na vida sexual, sem explicação plausível.

Humor triste ou vazio persistente:

É o sintoma mais conhecido e falado da depressão, além do mau humor, se tornam parte do humor do depressivo a tristeza eminente, o sentimento de vazio e falta de sentido e propósito das coisas. O excesso de melancolia costuma funcionar como um sinal amarelo das alterações de temperamento.

Pensamentos negativos e de impotência:

Todas as pessoas tendem a pensar negativamente em situações de medo, é uma defesa natural do corpo humano, uma reação. Sua mente controla o corpo e cria a realidade todos os dias, com os pensamentos negativos o foco fica apenas em coisas não desejadas, gastando energia e prejudicando a saúde física e mental.

Alterações no apetite e paladar:

A relação entre comida e depressão é um dos sintomas típicos que pode tirar o apetite e prazer de se alimentar, ou aumentar esse desejo descontroladamente. É uma relação inevitável mas que precisa ser observada por quem está de perto antes que cause deficiências nutricionais no complexo B, complexo C e até nos níveis de minerais do corpo.

Isolamento social:

Segundo psicólogos, este é o primeiro sintoma da depressão. Quem percebe primeiro são a família e amigos do paciente, e cabe a eles, prestar atenção pois é um indicativo muito comum e perigoso. A depressão trás o sentimento de isolamento psicologicamente e isso reflete no convívio de todos, piorando o quadro clínico cada vez mais.

Dificuldade de concentração e memorização:

Muitas vezes a dificuldade de concentração e memorização causa problemas no ambiente acadêmico ou de trabalho. A maioria dos casos também causa dificuldade na tomada de decisões. A reação negativa na vida de quem sofre da depressão é se sentir muitas vezes incompetente nos assuntos e situações pois não consegue se concentrar ou lembrar de uma informação simples que lhe foi dada.

Pensamentos suicidas:

Nem todos com pensamentos suicidas são depressivos, mas a maior parte deles. Esse sintoma costuma se manifestar em casos mais graves e delicados, porém é necessário muito cuidado com a forma de se lidar. O paciente também pode desenvolver um comportamento agressivo para mascarar seus sentimentos sobre a própria vida.

Se você se identificou com os sinais acima saiba que a depressão tem cura e que você não está sozinho. Procure apoio em alguém de sua confiança e ajuda de um médico psiquiatra ou psicólogo, apenas assim terá o diagnóstico completo e o recurso adequado para se sentir melhor consigo mesmo. O Centro de Valorização da Vida funciona 24h e atende gratuitamente todas as pessoas que os procuram pelo site https://www.cvv.org.br/, por Skype, Voip ou pelo telefone 144, com total sigilo e apoio que você pode precisar.

Se você conhece outras pessoas que sofrem com esse mal, compartilhe esse post com elas!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário