4 Respostas esclarecedoras sobre HIV

Dentro Causas

Apesar do termo HIV e AIDS terem ligação há uma diferença entre eles. Descubra essa e outras 3 respostas nesse post.

O HIV (Human Immunodeficiency Virus) ou vírus da imunodeficiência humana é mundialmente conhecido por ser causador da AIDS (Acquire Immune Deficiency Sydrome) ou Síndrome de Imunodeficiência Adquirida.

Há quatro formas de ser contaminado pelo HIV: relações sexuais, compartilhamento de seringas ou agulhas, transfusão sanguínea e transmissão de mãe para filho durante a gestação. Entretanto, ser soropositivo não significa impreterivelmente estar com a doença AIDS.

A maioria das pessoas soropositivas podem fazer tratamento para amenizar os sintomas da contaminação e nem chegar a ter AIDS. Veja três questões esclarecedoras sobre o vírus.

1 Qual a diferença entre HIV e AIDS?

Afirmar que alguém é soropositivo significa dizer que ele está infectado pelo vírus HIV. Já AIDS é uma doença que pode ser uma das consequências da contaminação do vírus, mas que nem todos os pacientes com HIV terão necessariamente.

Muitas pessoas contaminadas com HIV nunca serão acometidos pela AIDS, que é apenas uma das doenças que podem ser evitadas a partir do tratamento adequado contra o vírus. A pessoa soropositiva deve manter cuidados médicos frequentes, a fim de manter o sistema imunológico protegido, impedindo assim o desenvolvimento da AIDS.

O diagnóstico da doença é dado separadamente ao da contaminação pelo vírus. Além disso, diversos especialistas preferem utilizar o termo “HIV em estágio 3” em vez de “AIDS”.

2 HIV mata?

A contaminação pelo HIV em si não será responsável pela morte da pessoa diagnosticada. Porém, como o sistema imunológico fica muito debilitado por causa do vírus, o corpo fica vulnerável ao aparecimento de doenças graves.

Os pacientes soropositivos também ficam mais suscetíveis a serem acometidos por doenças relacionadas ao envelhecimento, como a osteoporose, por causa dos efeitos colaterais dos remédios contra o vírus. Todavia, é bom destacar que pessoas contaminadas podem levar uma vida saudável, se respeitarem o tratamento.

3 Pessoas contaminadas com o HIV devem parar de ter relações sexuais?

Não. Médicos recomendam que a vida sexual ativa e saudável das pessoas soropositivas continue, inclusive. Momentos de prazer e orgasmos são capazes de melhorar o sono e elevar os níveis de imunoglobulina. Além disso, tais situações amenizam o estresse, a depressão e a solidão causados pela convivência com a contaminação. Porém, é de extrema importância proteger-se durante as relações.

4 Qual a relação entre HIV e hepatite C?

Muitas pessoas soropositivas também são diagnosticadas com hepatite C, causada pelo vírus HCV. A situação é preocupante porque o HIV catalisa a disseminação do HCV pelo corpo, podendo levar o paciente a ter cirrose ou complicações hepáticas mais graves.

O vírus HCV pode ser transmitido pelo compartilhamento de seringas ou agulhas infectadas e também por relações sexuais, ainda que estes casos sejam menos frequentes. A hepatite C deve ser tratada com acompanhamento médico e pode ter cura total, dependendo do estágio da doença.

A prevenção, o cuidado com o próprio corpo e a informação ainda são as peças-chave contra a contaminação do vírus HIV. Você lida abertamente com o tema HIV/AIDS? Deixe seu comentário abaixo e contribua conosco.

Postagens recentes

Deixe Seu Comentário