Ansiedade causa dor no peito? Leia e descubra!

Ansiosos e cardíacos parecem ter algo em comum: dores no peito. O que significa que nem todo ansioso tem problemas de coração. Leia o artigo e entenda melhor!

Seres humanos têm organismos que funcionam de diversas maneiras e, por isso, também os sintomas da ansiedade variam de acordo com cada indivíduo. Essas manifestações corporais podem ser de fácil controle ou não, dependendo da intensidade do mal-estar.

Sintomas

Para alguns, ansiedade causa dor no peito, para outros ela aparece junto com alergias, distúrbios gástricos e insônia. São alguns dos sintomas corporais comuns da ansiedade:

  • Alergias (aumento na intensidade, tipos e reações com maior durabilidade);
  • Dores musculares, nas costas, tensão, pressão, problemas de coluna “travada”;
  • Palidez facial, causada pela contração dos vasos sanguíneos;
  • Vermelhidão (pele corada além do normal);
  • Alteração brusca de temperatura corporal;
  • E outros.

Preocupações

Outros sintomas sentidos por pessoas ansiosas incluem o pensamento hipocondríaco, palpitações musculares, inquietações exacerbadas, agitações, tiques e palpitações cardíacas. Por essas razões, como a ansiedade causa dor no peito, por exemplo, leva ainda o ansioso a ficar extremamente preocupado em:

  • Ter um ataque do coração;
  • Ser acometido com uma enfermidade grave;
  • Falecer cedo;
  • Enlouquecer repentinamente;
  • Causar mal a si ou a alguém que ama;
  • Descontrolar-se por completo, em ações e pensamentos;
  • Passar por uma situação constrangedora;
  • Desmaiar em público;
  • Perder o ritmo da respiração;
  • Não ter mais o controle da realidade;
  • Ficar com asfixia;
  • Ficar na solidão.

Ansiedade x Problemas cardíacos

Como ansiedade causa dor no peito, a agonia acaba sendo muito parecida com a dor associada aos problemas cardíacos. Inclusive é muito difícil diferenciá-las, porém há alguns detalhes que devem ser aprendidos e lembrados no momento em que estiver em um pico de ansiedade.

A dor no peito provocada pela ansiedade situa-se basicamente sobre o coração e quem a sente relata ser uma dor aguda. Essa tortura aumenta no momento da respiração, entretanto, deve demorar somente entre 5 e 20 minutos.

Os ansiosos que sofrem com dor no peito contam que, se pressionar o peito com as mãos enquanto está acontecendo a dor, ela tende a aumentar. Eles relatam também que essa agonia é geralmente acompanhada de palpitações, dispneia (falta de ar), vertigem, sensações desagradáveis nas mãos e pés.

Portanto, essas são algumas das diferenças entre a dor no peito provocada pela ansiedade. No entanto, caso ainda haja dúvida, vale tomar as medidas necessárias para descartar as possibilidades.

Mesmo sabendo que mais de 90% das dores no peito não têm relação direta com problemas de coração, é recomendável realizar exames para ter certeza de que tudo está bem. Além disso, essa será menos uma preocupação na vida do ansioso, uma vez que o exame será a prova de que não existe um problema mais sério a ser resolvido.

Outro ponto a destacar é que as dores no peito ocasionada por problemas cardíacos são muito maiores, consideradas de fato insuportáveis, impossibilitando até mesmo a movimentação. Há ainda a diferença no local da dor. A que é causada pela ansiedade é situada bem em cima do coração, enquanto a cardíaca acontece mais ao centro e se espalha para as demais regiões do corpo.

Você é ansioso e sente dor no peito? Compartilhe sua experiência!

 

Postagens recentes
mostrando 14 Comentários
  • Helena jorge cardoso
    Responder

    Sou portadora da síndrome do pânico depressão e pressão alta . tenho todos sintomas axilas mencionados . falo tratamento. Tomo meus remédios certinho mas qdo tem uma situação a enfrentar eu entro em pânico

    • bioXtra
      Responder

      Olá Helena. Saiba que esses momentos de dificuldade são passageiros. Mantenha o seu corpo e sua mente sempre em constante saúde. Sabemos o quanto é difícil lidar com essa doença pelos depoimentos de nossos visitantes, mas muitos deles também relatam sua melhora. Não perca suas forças. Siga com o tratamento, você vai conseguir vencer!

  • jussara
    Responder

    eu sinto dor no peito e choro as vezes me da dor de barriga sera que e anciedade emocional? sinto dor na perna esquerda tbm e pe esquerdo e dores nos 2 punhos da maose braços e axilas e as vezes dificuldade pra respirar e uma ardencia no punho esquerdo e no peito uma ardencia passageira

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Jussara. O seu caso é específico e necessita de uma análise mais precisa feita por um médico. Somente ele(a) poderá analisar o seu caso e recomendar o melhor procedimento para sua situação.

  • Karin
    Responder

    Estou em tratamento para depressão já alguns meses. E tenho crises de ansiedade e pânico. Tenho problemas c minha enteada, ela não gosta de mim e dos meus filhos. Está desafiante….tenho acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Mas as crises continuam vem do nada, e minha vontade é sair correndo para ver se passa.

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Karin. Os problemas apresentados podem ser tratados com a ajuda de um psicólogo. Siga com o tratamento adequado. Mantenha seu corpo e a mente sempre em constante saúde. Faça coisas que te deixem feliz. Você já é uma vencedora! 🙂

  • Antônia Bernardi Fernandes
    Responder

    Sou muito ansiosa tem momentos que me dá um suor frio vontade de chorar e ataca a bexiga vou ao banheiro mas faço pouco xixi e doi o dia inteiro parece que está sempre cheia já fiz uma bateria de exames com urologista genicologista gástrico e não dá nada estou preocupada me passa uma resposta

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Antônia. Sabemos o quanto é difícil lidar com esses sintomas pelos depoimentos de nossos visitantes, mas muitos deles também relatam sua melhora. Não perca suas forças. Siga um tratamento adequado, você vai conseguir superar esse sintoma. 🙂

  • Elis silva
    Responder

    Sou depressiva e vivo com dores no peito. Elas dores são como fisgadas,com vontade de ir ao banheiro,medo e choro. Tomo fluxetina e clonazepan mesmo assim vivo ruim.

  • Augusto
    Responder

    Olá, sinto dores no peito, ombro, braço, nuca, pescoço, mandíbula, costas, pernas, dedos das mãos e pés, abdômen, cabeça, tontura, sonolencia, mal estar, sudorese, não passo um dia sem estes sintomas, dias uns dias outros, mas sempre, já fazem 10 anos que comecei a sentir e a cada dia piora mais, ultimo check up fiz Ecg, eco, cintilografia miocárdica e angiotomo das coronárias e deu tudo normal, sofro de refluxo e tomo pantoprazol ou similar a mais de 10 anos, não aguento mais, passei em um reumato e 2 psiquiatras, meu diagnósticos foram na sequência fibromialgia, síndrome do pânico e Tag, gostaria da opinião de vocês, obrigado

    • bioXtra
      Responder

      Augusto boa tarde,
      Gostaria muito de poder te ajudar, mas acredito que tenha noção da impossibilidade de fazer isso virtualmente.
      Sempre, em uma consulta, o médico avalia tanto o paciente quanto os exames. Nós não temos como fazer isso.
      No caso de dúvidas quanto ao seu diagnóstico, o ideal é ir a um outro médico.

      • Nazaré Santos Lima
        Responder

        Olá Augusto, tenho também esses sintomas, já fiz muitos exames de coração e outros, porém tenho tireoidite de Hashimoto, inflamação na tireóide, esse problema traz inúmeras sensações de desconforto no organisno começando pela palpitação, sudorese, fraqueza, ansiedade, pressão e por ai vai. estou em tratamento com hormônio.

  • EVERSON SANTOS
    Responder

    Olá, tenho 20 anos e descobri este ano q sou hipertenso. Antes eu levava a minha vida numa boa mas agora, depois de descobrir isso, sou uma pessoa muito mais ansiosa. Sinto dores no peito, falta de ar, dificuldade para dormir, uma angústia dentro do peito e meus pensamentos estão, atualmente, muito negativos. Isso pode ser algum transtorno de ansiedade? Será que a pressão alta seja consequência disto, e não a causa?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Everson. Não necessariamente a pressão alta pode ter relação com a hipertensão. Algumas das reações mencionadas estão mais caracterizadas pelo sintoma de ansiedade, porém é necessária uma avaliação médica para um melhor diagnóstico.

Deixe Seu Comentário