Ansiedade e depressão: qual a relação? | bioXtra

Ansiedade e depressão: qual a relação?

 em Ansiedade

Muitas pessoas costumam confundir os sintomas de ansiedade e depressão. Entretanto, ainda que sejam duas patologias com causas emocionais bem semelhantes, esses distúrbios são diferentes entre si.

Saber distinguir ansiedade e depressão é essencial para realizar o tratamento adequado de uma ou de outra. Vale lembrar ainda que nem sempre tratar o problema é o mais indicado, mas sim reconhecer os momentos de crise, a fim de evita-los. Para saber qual a conduta correta, conheça algumas diferenças e semelhanças entre ansiedade e depressão.

O que é ansiedade e quando ela é patológica?

A ansiedade é uma sensação que causa desconforto e uma evidente aflição que antecede um evento real ou imaginário, como um teste escolar, uma entrevista de emprego ou outra situação desafiadora para o indivíduo.

A pessoa ansiosa sente-se assim por se sentir ameaçada diante de uma situação específica e, por meio do distúrbio, procura se privar do possível dano ou medo que vem pela frente. A ansiedade estimula o indivíduo a resolver o que ele vê como problema, elevando seu grau de ação e adaptação, características inerentes a todo ser humano.

A ansiedade torna-se patológica quando começa a atrapalhar a pessoa ansiosa, causando prejuízo ao seu bem-estar e comportamento, impedindo que esta enfrente as ocasiões de risco.

Os sintomas da ansiedade são bastante acentuados e aparecem como medos exacerbados, situações de clara tensão corporal e psicológica, sentimento de que algo ruim está sempre prestes a acontecer, falta de domínio sobre seus próprios pensamentos, falta de concentração, exaustão, irritabilidade, problemas com sono, sexuais e outros. A maioria dessas sensações vêm acompanhadas de incômodos físicos como dores estomacais, aperto no peito, palpitações, agitação, mal-estar e sudorese.

O que é depressão e quais seus sintomas?

A depressão é um problema emocional caracterizado por um desânimo bastante acentuado e baixa autoestima, que pode aparecer por diversas razões. Na depressão, ocorre uma mudança química no cérebro do indivíduo depressivo, na qual os neurotransmissores não são produzidos em quantidade suficiente. Serotonina, noradrenalina e dopamina são alguns desses neurotransmissores, os quais são substâncias que conduzem impulsos nervosos entre as células.

Os sintomas da depressão são diversos, podendo ser citados alguns como: abatimento, falta de estímulo, medos incomuns, falta de concentração, aumento ou perda total de apetite, pessimismo, insegurança, dificuldades para dormir, irritabilidade, sensação de frustração, perda de memória, angústia e dificuldade para discernir os fatos.

Qual a relação entre ansiedade e depressão?

Há muitos sintomas convergentes entre ansiedade e depressão, como os medos, falta de concentração, problemas com sono, irritabilidade e outros. Entretanto, é importante que tanto uma doença quanto a outra seja diagnosticada por um especialista, a fim de ser tratada de forma correta e específica.

Procurar um profissional para sanar as dúvidas com relação ao diagnóstico é o primeiro passo que deve ser feito, pois ambas são distúrbios que podem se agravar com o tempo. Se você tem alguns dos sintomas de ansiedade e/ou depressão, consulte um especialista, pois quanto mais cedo o problema for tratado ou controlado, mais fácil e rápido será para restabelecer sua saúde mental. Você tem ou já teve alguma dessas doenças? Conte para gente!

Postagens Recentes
Mostrando 6 comentários
  • Reani
    Responder

    Olá.quando estou num ar gelado ou pego um copo frio minhas mãos ficam azuladas.nao sei se é depressão ou ansiedade.quando fico assim também sinto dificuldade de falar

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Reani. As mãos estarem azuladas podem estar relacionadas a diversos motivos. O recomendado é ir ao médico para que seja analisado o seu caso e feito o procedimento correto para sua situação.

  • Aparecida
    Responder

    Olá,boa tarde.Tenho ansiedade e depressão,fazia tratamento com psiquiatra e psicólogo,mas nenhum remédio me ajudou,tenho vários problemas de coluna também.E isso faz com que fico pior.Tenho 1 filho que mora em outro estado e só o vejo 1 vez no ano,isso tbm ajuda pra que eu fique pior,não tenho mais ninguém,minhas irmãs são casadas e moram longe tbm,mas não se importam comigo,acham que é frescura,meu filho não entende que eu tenho depressão.Não sei mais o que faço,me ajude,por favor.

    • bioXtra
      Responder

      Boa tarde, Sra. Aparecida. Algumas pessoas não entendem pela falta de informação da doença, o que a torna banal. Essa é uma doença séria e que precisa de cuidados especiais. Não se deixe desanimar. Pratique atividades físicas e mantenha uma alimentação saudável. Você já é uma vencedora!

  • Samu
    Responder

    ola eu tenho tontura ao levanta,se assustar facil,micção frequente,boca seca,dores no peito,sufocamento,pensamentos ruins,pensamentos repetitivos,medo,fome exessiva deixando meu cabelo unhas crescer equecendo ate de tomar banho estou pessimo na escola,unhas rachadas, a 5 meses atras eu queria emagrecer fiquei 2 meses numa dieta fazendo muito exercicio emagreci 8 kg nn consigo mais engorda nem emagrecer obs ja sentia esses sintomas a 2 anos e a 1 ano tambem coloquei aparelho ortodontico

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Samu. Todos estes sintomas devem ser analisados por um médico. O médico ao analisar irá recomendar o procedimento correto para a sua situação, especificamente. Mantenha seu corpo e a mente sempre em constante saúde. Pratique atividades físicas e mantenha uma alimentação saudável. Acredite na sua superação!

Deixe um Comentário