Boca seca, o que pode ser? Descubra! | bioXtra

Boca seca, o que pode ser? Descubra!

 em Boca seca, Causas

Sofre com a sensação de boca seca ao longo do dia ou apenas em momentos específicos? Descubra o que pode ser e como tratar lendo o artigo abaixo!

Boca seca acontece quando não há saliva suficiente para manter a boca úmida e hidratada. Também chamada de xerostomia, seu termo médico, ocorre quando as glândulas responsáveis por produzir a saliva não estão funcionando bem.

Problemas envolvendo o sintoma da boca seca apresentam algumas diferenças. É necessário entender que a xerostomia é apenas sensação de boca seca, é desconfortável, mas é uma sensação; já a hipossalivação é a diminuição real na produção de saliva pelas glândulas salivares, já a assialia é a falta categórica e definitiva da produção da saliva de forma natural.

O que pode causar boca seca?

Alguns medicamentos indicados aos pacientes para tratar o estresse, infelizmente, têm como consequência a secura bucal. São cerca de 400 medicações que podem causar a hipossalivação, como diuréticos, anti-hipertensivos, anti alérgicos, calmantes, antidepressivos, entre outros.

Doenças sistêmicas como a síndrome de Sjögren, diabetes, depressão, HIV-AIDS e tantas outras também deixam o funcionamento das glândulas salivares deficientes ao longo do tempo.

Muitas podem ser a causa de boca seca, o hábito de fumar é uma delas, pacientes que roncam, que respiram pela boca tem maior tendência ao desconforto.

A falta prolongada de saliva pode resultar nos seguintes sintomas:

  • Cárie dentária
  • Lábios secos
  • Boca seca
  • Disgeusia (distorção do sentido do paladar)
  • Disfagia (dificuldade de deglutição)
  • Gengivite
  • Halitose
  • Problemas mastigatórios
  • Mucosite
  • Candidíase bucofaríngea
  • Prótese com má adaptação
  • Dificuldades com o sono
  • Dificuldades na fala
  • Lesões bucais traumáticas
  • Sensação de ardor das gengivas e na língua
  • Infecções
  • Sono interrompido devido à sede.

A condição de boca seca é muito mais comum do que é reconhecida. Pesquisas indicam que até um em cada cinco adultos vão sofrer os efeitos da boca seca em algum momento da vida. Caso tal incômodo não possa ser completamente eliminado, é indicado o uso de substâncias que proporcionem ao paciente o alívio tópico e imediato deste sintoma.

Consequências da boca seca

A saliva possui muitas funções e entre elas, a de defender o organismo de contaminações, ajudar na digestão, na cicatrização e limpeza da boca, e é fundamental para o paladar.

Além do desconforto e inconveniência de uma falta de saliva normal ou constante, a boca seca, conduzirá inevitavelmente a uma série de problemas dentários, tais como:

  • Acúmulo de placa dental (biofilme dental)
  • Risco aumentado de cáries
  • Risco aumentado de erosão dentária
  • Risco aumentado de inflamação das gengivas

À noite, o desconforto da boca seca pode causar distúrbios do sono como a insônia por exemplo, a dificuldade de dormir é diretamente relacionada ao incômodo na garganta, além de muitas pessoas sentirem a necessidade de acordar várias vezes para beber água durante a noite.

A gravidade dos sintomas varia de pessoa para pessoa e de causa para causa. No entanto, a combinação destes sintomas, somados à dificuldade em executar todas as funções normais do dia a dia da boca pode afetar severamente o jeito de aproveitar a vida.

Caso seja necessário para aliviar o sintoma da boca seca e suas complicações, o médico ou outro profissional da saúde poderá indicar o uso de enxaguantes bucais apropriados ou mesmo saliva artificial para o alívio do desconforto.

Conselhos para quem sofre de boca seca:

Beba água

É saudável para uma pessoa adulta beber 2 litros de água, no mínimo, ao longo de todo o dia. O corpo humano é composto por 80% de água, repor os líquidos perdidos no suor, fala e urina é necessário e imprescindível para manter a saúde como um todo e evitar a sensação de boca seca.

Quem sofre com a xerostomia deve criar o hábito de levar sempre consigo uma garrafinha de água para se hidratar.

Cuide da alimentação

Para ajudar na produção salivar é recomendado a mastigação de gomas de mascar sem açúcar ao longo do dia, podem ser usados também vegetais crus como pepino e cenoura. Entre os alimentos que se deve-se evitar estão na lista os secos e pegajosos, café, refrigerantes, enlatados e congelados pelo alto teor de sódio em sua composição.

Não é recomendado que pacientes com xerostomia realizem dietas restritivas radicais pois a boca seca é uma das principais reações do corpo, para quem já sofre com o problema pode ser em maior escala.  

Evite álcool e tabaco

Substâncias como o álcool e o tabaco são grandes vilões para a secura bucal pois costumam piorar os sintomas.

Cuide da higiene bucal

A boca seca por si só pode causar problemas na saúde bucal, pois cria um ambiente mais propício para o desenvolvimento de cáries, tártaro e até doenças gengivais. Deve ser realizada a escovação com uma escova de cerdas macias após cada refeição ou pelo menos 3 vezes ao dia.

Ao escovar é indicada a utilização de um creme dental suave específico para quem sofre com a xerostomia. Após a escovação, um enxaguatório bucal  enzimático sem álcool deve ser usado. Utilizar spray durante o dia e a noite um gel (saliva artificial) para hidratar a boca também são ótimos complementos para se livrar desse desconforto.

Sofre com a xerostomia ou conhece alguém que passa por esse desconforto e não sabe o que é? Compartilhe esse post com ela ou deixe seu relato abaixo!

As melhores farmácias do Brasil e do mundo vendem os produtos bioXtra, para encontrar uma perto de você consulte com seu CEP ou endereço no link: http://bioxtra.com.br/onde-comprar/

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário