Boca seca, um dos malefícios da maconha. Entenda! | bioXtra

Boca seca: um dos malefícios da maconha. Entenda!

 em Boca seca, Causas

Embora seja um tema polêmico, a sensação de boca seca é um dos efeitos da droga nos fumantes. Entenda por que isso acontece.

Os fumantes de maconha convivem com diversas consequências do uso da droga no organismo. Os sintomas variam de acordo com o usuário, com o tipo de fumo, as características da droga, o ambiente de consumo e fatores psicológicos.

Efeitos da droga no corpo

Os efeitos fisiológicos da maconha são tanto motivo de preocupação quanto de pesquisa, o que gera, inclusive, o conhecido e polêmico debate sobre sua legalização no Brasil. Os principais sintomas no organismo de quem fuma a planta Cannabis sativa são:

Alteração no humor

O hábito de fumar maconha pode acarretar alterações bruscas de humor. Nesse aspecto, os efeitos variam de forma bastante irregular, conforme cada usuário e tipo de droga. Geralmente, quanto mais tetrahidrocanabinol (THC) – princípio ativo da droga –apresentar, mais intensos serão os sintomas de ansiedade.

Aumento da frequência cardíaca

A elevação dos batimentos cardíacos pode atingir principalmente os fumantes iniciantes. A alteração não chega a ser grave, mas pode ser um risco para quem apresenta histórico familiar de transtorno de ansiedade ou doenças cardíacas.

Aumento do apetite

A sensação exagerada de carência alimentar após o uso da maconha acontece por causa do estímulo ao sistema digestivo. O fumo pode causar também a diminuição da temperatura corporal, caracterizando a hipotermia.

Dano na memória

A falta de memória de curto prazo é uma das consequências mais conhecidas do uso da maconha. Porém, o efeito é transitório, de modo que as funções cognitivas voltam à normalidade após cerca de um mês sem fumar.

Diminuição da capacidade pulmonar

O efeito da droga sobre a capacidade pulmonar varia conforme a frequência de fumo. Canabistas que fumam com alta frequência e por muitos anos podem apresentar uma redução da atividade dos pulmões. Já em fumantes moderados, o problema não chega a acontecer.

Redução da atividade motora

A pessoa que fuma maconha passa a se locomover de maneira mais lenta, chegando até a um estado de sonolência. Por outro lado, o THC tem efeitos bidirecionais, o que pode gerar reações opostas como euforia em alguns indivíduos.

Boca seca e maconha

Diversas complicações da saúde bucal podem estar relacionadas ao hábito de fumar maconha. A sensação de boca seca é um dos sintomas mais comuns entre os usuários, a qual gera incômodo principalmente na fala, no hálito e no paladar.

O problema acontece porque as glândulas submandibulares, responsáveis pela produção da maior parte da saliva, possuem receptores de canabidiol, presente na Cannabis sativa. Dessa forma, a produção salivar é inibida com o uso da maconha, podendo levar a outras consequências do incômodo.

Os fumantes da Cannabis sativa correm o risco ainda de sofrerem outros prejuízos para a saúde bucal, como manchas nos dentes e doença periodontal (inflamação da gengiva e perda progressiva dos tecidos de suporte dos dentes).

A aparência amarelada dos dentes é reversível, mas a retração de gengiva não. Por isso, a importância do cuidado com a saúde bucal. O mais indicado para manter a saúde da região da boca é abandonar o hábito de fumar. Contudo, caso o fumante não tenha tal intenção, deve redobrar a atenção aos efeitos do fumo.

Você consegue levar uma vida com hábitos saudáveis para o seu corpo e mente? Compartilhe conosco nos comentários.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar