Consumo de ovos e diabetes: tudo o que você precisa saber | bioXtra

Consumo de ovos e diabetes: tudo o que você precisa saber

 em Dia a dia, Diabetes

Consumir ovos de galinha ou não é sempre uma dúvida entre os pacientes diagnosticados com diabetes. Entenda a relação entre o alimento e a doença.

Os ovos de galinha são um alimento que gera polêmica entre os estudiosos da área da saúde. Por um lado, o alimento é fonte de nutrientes muito benéficos à saúde e, por outro, é rico em colesterol, o que causa aversão ao consumo pelas pessoas diagnosticadas com diabetes.

Sabe-se que as principais razões do surgimento da diabetes estão associadas à má alimentação, sendo que os ovos são um dos alimentos mais temidos pelos pacientes. Porém, cabe destacar que nenhum alimento isolado é responsável pelo desenvolvimento da disfunção. Entenda a relação entre essa fonte de colesterol e a doença.

Características do ovo

Os ovos de galinha são ricos em nutrientes como proteína, compostos que contêm arginina, carotenoides, folato, Ômega 3, vitamina A, E, B12, minerais fósforo e zinco. A gema do ovo, por sua vez, possui colina, luteína e zeaxantina.

Tais substâncias apresentam muitos benefícios para o corpo humano, entre eles a defesa do sistema cardiovascular e do sistema nervoso. De modo geral, o alimento faz bem para os olhos, prevenção do câncer de mama, fortalecimento dos músculos, emagrecimento e outros fatores relacionados à saúde humana.

Diabéticos e ovo

A relação de dúvida da pessoa que segue uma dieta alimentar para diabéticos e ovos de galinha existe porque o alimento é rico em colesterol. O que pouco se divulga é que o colesterol presente na corrente sanguínea é diferente daquele vindo dos alimentos, o qual é popularmente chamado de dietético.

Então, diabéticos não podem comer ovo?

As pessoas diagnosticadas com diabetes e complicações cardiovasculares podem consumir ovos de galinha sem qualquer risco à saúde, desde que o consumo seja moderado.

O diabético que segue uma alimentação balanceada associada à prática de atividades físicas não é impedido de comer qualquer tipo de alimento, porém, deve evitar alimentos ricos em açúcar, carboidratos e gorduras.

Veja estas dicas para comer ovos sem se preocupar em agravar a doença:

  • Procure consumir o alimento moderadamente, não comendo mais que sete unidades por semana;
  • Opte sempre por ovos cozidos em vez de fritos;
  • Evite o ovo se for comer carne. Os dois alimentos são fontes de proteína e colesterol, o que causa excesso dessas substâncias na refeição;
  • Coma ovo se a intenção for perder peso. Eles contêm aminoácidos essenciais, os quais provocam uma digestão mais lenta. Portanto, são ótimos aliados ao processo de emagrecimento, uma vez que saciam a fome por mais tempo.

A ingestão exagerada de qualquer comida, incluindo os ovos, é a grande atitude vilã do organismo humano. Além disso, a individualidade de cada paciente deve ser analisada e respeitada para a plena compreensão das reações do organismo. Por isso, o recomendado é realizar o acompanhamento médico para cuidar da saúde, a fim de evitar situações que possam piorar o quadro clínico.

Quem convive com diabetes deve consultar uma equipe multidisciplinar com frequência e monitorar a doença com base em exames médicos e diagnósticos precisos. Você tem quadro diabético? Conte para nós nos comentários como você lida com o problema para que ele não se agrave.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário