Entenda a importância do fonoaudiólogo no tratamento de pessoas com câncer de cabeça e pescoço | bioXtra

Entenda a importância do fonoaudiólogo no tratamento de pessoas com câncer de cabeça e pescoço

 em Câncer, Tratamento

O fonoaudiólogo auxilia pacientes com câncer na região da cabeça e pescoço, sistema nervoso central, linfomas e outros tumores. Saiba mais.

O fonoaudiólogo é o profissional habilitado para ajudar pessoas em tratamento de cânceres que afetam as funções de comunicação e deglutição. O objetivo é fazer com que as estruturas da região da boca voltem a funcionar normalmente, sem que interfira na qualidade de vida do paciente.

Existem diversas maneiras em que o tratamento oncológico pode afetar o paciente, desde a perda de uma parte da língua, até problemas graves na laringe, a qual tem funções na fala, deglutição e respiração. Assim, o profissional de fonoaudiologia propõe técnicas e exercícios para readaptar as funções de cada paciente, de acordo com o caso.

A quimioterapia e a radioterapia geram vários efeitos incômodos na região da boca, como mucosite (inflamação na parte interna da boca), boca seca, dor para deglutir e até rouquidão. Contudo, a maioria das sequelas é deixada pelo procedimento cirúrgico.

Veja a importância da presença do fonoaudiólogo no tratamento de câncer:

O fonoaudiólogo só ajuda no tratamento de câncer na região da cabeça e pescoço?

Não, existem casos de câncer no sistema nervoso central, como no cérebro, em que este profissional é muito importante para auxiliar na readaptação das funções estruturais também. Há ainda as situações de pessoas com linfomas, tumores de pulmão e até câncer de mama que precisam do fonoaudiólogo, embora sejam casos raros.

Os casos mais comuns são os cânceres da região de cabeça e pescoço, mas vale lembrar que não é somente a doença que atinge a comunicação e deglutição, como também os diferentes modos de tratamento.

O paciente que precisa utilizar sonda de alimentação ou realizar traqueostomia também pode ter incômodo no processo de deglutição. Nesse caso, a pessoa pode sofrer alterações na fala ou deglutição independentemente do tipo de câncer.

Como este profissional pode ajudar?

O profissional de fonoaudiologia tem a responsabilidade de cuidar das funções de comunicação (fala e audição) e de deglutição (ação de engolir alimentos e líquidos). O tratamento de câncer pode alterar de forma significativa tais funções, portanto, o fonoaudiólogo deve estar presente antes, durante e depois do processo de cura da doença.

A competência do fonoaudiólogo diz respeito a analisar, diagnosticar e verificar o momento adequado para intervir na ajuda a pessoas diagnosticadas com câncer. O ideal é que a análise aconteça antes do tratamento, para que o profissional consiga realizar um processo de readaptação mais próximo das funções naturais do paciente.

Quando o paciente deve procurar o fonoaudiólogo?

A pessoa deve consultar um fonoaudiólogo assim que sentir dificuldade de comunicação, seja na fala ou na audição, ou para engolir alimentos e líquidos (deglutir).

Há situações em que o paciente precisa fazer uma videofluoroscopia, que é um exame para verificar o processo de deglutição através de imagens de raios X. Nesses casos, os pacientes que estiverem utilizando sonda ou passando por uma traqueostomia devem ter autorização do médico para realizar o procedimento.

A dificuldade de comunicação e de deglutir afeta a qualidade de vida e o bem-estar de todas as pessoas, por isso precisam ser tratadas com urgência. Cuide da sua saúde de forma plena, pois é através dos pequenos cuidados que nos sentimos sempre melhores. Compartilhe este artigo com quem você acha que precise, ajude outras pessoas!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário