Entenda a relação entre diabetes e obesidade | bioXtra

Entenda a relação entre diabetes e obesidade

 em Diabetes

A relação entre diabetes e obesidade pode ser tanto de causa como consequência, por isso a importância do cuidado permanente do corpo. Leia e entenda!

Manter uma alimentação equilibrada não é tão fácil para todo mundo. Mesmo sabendo que diabetes e obesidade estão diretamente relacionadas, resistir a doces, frituras e outras comidas gostosas no dia-a-dia é bastante custoso para a maioria das pessoas.

Várias doenças estão associadas à má alimentação, contudo, diabetes e obesidade apresentam uma relação muito próxima. Quem apresenta a doença na sua forma mais comum, a diabetes mellitus tipo 2, tem produção insuficiente de insulina ou o organismo não é capaz de usá-la corretamente para realizar suas funções.

O diabético, portanto, passa a ter que seguir uma dieta monótona e restritiva, com o objetivo maior de manter sua saúde em equilíbrio. Nesse caso, a vontade de comer doces e outros alimentos “proibidos” aumenta, afinal, é historicamente comprovado que o que é proibido é mais atrativo ao ser humano. Então, a atitude de manter uma alimentação com excesso de açúcares provoca o aumento de peso em especial no diabético, quem tem dificuldade de digerir a substância.

Diabetes e obesidade: afinal, qual a relação?

A obesidade é o segundo fator que mais auxilia no surgimento da diabetes tipo 2, ficando atrás somente da hereditariedade. A relação entre diabetes e obesidade explica-se por meio da função da insulina no corpo.

O papel da insulina é metabolizar a glicose no organismo, ou seja, levá-la em tempo para dentro dos tecidos que as transformarão em energia. Quando existe um acúmulo de gordura no corpo, especialmente na região abdominal, ocorre a deficiência dos receptores da glicose nas células, fazendo surgir a diabetes.

Causa e consequência

A insulina age também no hipotálamo, controlando dessa forma a sensação de fome. Portanto, quando o cérebro deixa de receber insulina de modo adequado, as pessoas tendem a se alimentarem continuamente, pois não têm a sensação de saciedade. Nesse caso, a falta de insulina causa a obesidade, que é basicamente o excesso de peso com a presença de mais de 20% de tecido adiposo no peso total do corpo humano.

O excesso de insulina causa, por outro lado, a inibição da lipólise (decomposição de lipídios em ácidos graxos e glicerol) e aumento dos adipócitos (células que armazenam gorduras, o que provoca a diabetes. Considerando isso, é difícil determinar qual a relação de causa e consequência entre diabetes e obesidade.

Como tratar

O tratamento contra a obesidade deve ser realizado de forma antecipada, segura e com acompanhamento profissional, se necessário. O controle e a reversão do quadro de excesso de peso devem acontecer principalmente com o objetivo de evitar doenças e garantir a saúde plena do paciente.

Reverter a obesidade com o acompanhamento de nutricionistas, psicólogos e outros profissionais é apenas um dos métodos que podem ser utilizados. Entretanto, é necessário saber que a base do sucesso para evitar a obesidade está na prevenção. A alimentação saudável e a prática regular de pelo menos um exercício físico consistem no principal tratamento para a obesidade, evitando assim, problemas maiores.

O cuidado permanente do próprio corpo e suas mudanças devem ser rotina na vida de todas as pessoas. O que você tem feito por você mesmo (a) todos os dias? Compartilhe conosco!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário