Entenda os riscos do lauril sulfato de sódio para sua saúde

Você sabia que uma substância química presente em cremes dentais e outros produtos de higiene pessoal, o lauril sulfato de sódio (LSS), pode causar danos à saúde da boca? Descubra!

O lauril sulfato de sódio (LSS) é um componente químico usado na fabricação de vários cosméticos, produtos de limpeza e produtos de higiene pessoal, como cremes dentais, demaquilantes, xampus e outros.

O produto tem ação emulsificante, sendo capaz de remover gordura do cabelo e da pele. Já nos cremes dentais, sua função é formar espuma e proporcionar um hálito refrescante temporário.

Como funciona

O LSS ou SLS (sigla do produto em inglês) trata-se de um composto de alquisulfatos de sódio, que são tensoativos capazes de alterar as propriedades de um líquido. Em outras palavras, o lauril sulfato de sódio modifica a tensão superficial de um líquido, possibilitando que ele interaja com outros elementos.

Onde é encontrado

O componente tem função detergente, emulsificante, espumógena e solubilizante. Ele pode ser encontrado em:

  • Cremes dentais;
  • Cremes para tratamento de acne;
  • Demaquilantes (removedores de maquiagem);
  • Desengraxantes;
  • Esfoliantes;
  • Produtos de limpeza;
  • Sabonetes;
  • Sais de banho;
  • Tintura para cabelo;
  • Xampus.

Efeitos do lauril sulfato de sódio

O produto é encontrado em diversos produtos para a boca, porém, pode causar riscos à saúde. A atuação da substância é altamente corrosiva, de modo que, em cosméticos e produtos de higiene pessoal, ele pode irritar consideravelmente a pele e a boca.

Conheça alguns dos efeitos do lauril sulfato de sódio em produtos para a região bucal:

Cremes dentais

Os cremes e pastas dentais com LSS provocam o ressecamento da mucosa bucal, o que gera a descamação de pele, resultando em problemas de xerostomia (boca seca) e halitose (mau hálito).

O problema de halitose pode gerar danos psicossociais, como problemas de baixa autoestima, desconforto para sorrir, falar em público, bem como dificuldade para estabelecer relações de amizade, íntimas ou mesmo profissionais.

Os efeitos colaterais do uso do LSS podem incluir ainda aftas, irritabilidade e hipossalivação (redução da produção de saliva). Logo, o recomendado é optar por cremes dentais que não apresentem essa substância.

Enxaguantes bucais

Diversos enxaguantes bucais apresentam substâncias que, além de não resolver o problema de mau hálito, podem o deixar mais severo. É o que acontece com produtos que contêm álcool e/ou lauril sulfato de sódio.

Os enxaguantes bucais com LSL devem ser evitados, pois podem modificar o paladar, gerar complicações de boca seca e agravar a descamação epitelial. Assim, têm ainda como consequência o aumento do mau hálito.

Outras complicações

Há outras complicações bucais que estão relacionadas à utilização de produtos com LSL. Entre elas, as consequências da boca seca, como dificuldades para deglutir, digerir, mastigar e falar.

O aumento da vulnerabilidade a ferimentos bucais e o risco de cáries associados à baixa produção salivar também podem ser associados ao LSL, bem como hipersensibilidade nos dentes, incômodo no momento da escovação e na higienização da boca.

Cuidar da saúde da boca inclui conhecer e saber escolher os produtos adequados para cada necessidade. Além disso, é importante evitar a presença de substâncias nocivas à saúde nos produtos de higiene bucal, como álcool ou LSS.

Você sabe escolher seu creme dental e enxaguante bucal? Compartilhe conosco nos comentários.

Postagens recentes

Deixe Seu Comentário