Pigarro, o que causa e como tratar? Descubra. | bioXtra

Pigarro, o que causa e como tratar? Descubra.

 em Causas

Conviver com pigarro não é lá uma experiência muito agradável, contudo, é possível tratar e evitar essa irritação. Descubra como neste artigo!

Entende-se por pigarro uma perturbação na garganta, geralmente acompanhada por mucosidades, que a faz ficar seca e ocasiona muito desconforto. Além de ser inconveniente e causar dor, conviver com pigarro na garganta às vezes impossibilita a passagem de ar, isto é, a respiração. Além disso, o pigarro danifica as cordas vocais, provocando rouquidão ou ainda a perda de voz temporariamente.

Em resumo, o pigarro é um fluido denso e viscoso produzido pelo próprio corpo que é capaz de entupir as vias aéreas, nariz e garganta. As causas do pigarro são diversas e podem se tornar um incômodo crônico.

Para entender suas muitas formas de tratamento e prevenção, continue lendo!

Causas do pigarro

O organismo produz secreções naturalmente, como forma de autodefesa, porém, há alguns motivos que provocam o aumento dessa produção e, por isso, ocasionam desconforto na garganta. Conheça algumas das principais causas do pigarro:

1 – Tabaco

O consumo regular do tabaco provoca mudanças na área das vias aéreas que levam o ar aos pulmões. Os elementos tóxicos de algumas substâncias existentes na fumaça do cigarro, bem como a temperatura dos gases inspirados, podem fazer com que os cílios deixem de funcionar adequadamente.

Esses são os conhecidos “pelinhos”, os quais desempenham a função de proteger o organismo de substâncias tóxicas. Todavia, eles podem deixar de existir com o tabagismo, o que acaba comprometendo a defesa das vias aéreas. Com isso, é possível que a limpeza das partículas nas vias aéreas seja reduzida, exigindo que seja feita a purificação contínua da garganta, por meio de pigarros constantes.

2 – Gripes e resfriados

O pigarro pode surgir ainda após gripes e resfriados, uma vez que, nessas situações, ocorre o aumento de concentração de células de autoproteção na via respiratória.

Isso causa um grande desconforto no local, como também o funcionamento ideal dos cílios é reduzido temporariamente. Além disso, ocorre a maior produção de mucosidades, o que exige a purificação contínua na garganta, até que a gripe ou resfriado passe.

É comum o incômodo do pigarro acontecer durante e após os processo inflamatório da gripe e dos resfriados. Na maioria dos casos, diminui lentamente e desaparece de forma espontânea.

3 – Outras doenças

Não é somente gripes, resfriados e tabagismo que provocam o pigarro. Enfermidades provocadas por microorganismos, como rinites e sinusites, também pode originar a irritação na garganta.

Outro motivo causador do desconforto é o refluxo gastroesofágico, através do qual desvios digestivos podem provocar também a tosse seca.

Doenças graves também podem ser motivo da origem do pigarro, como tumores malignos ou mesmo doenças pulmonares, o que deve ser motivo principal para que a pessoa com pigarro constante procure um médico.

4 – Pigarro crônico

Alguns pacientes relatam o aparecimento ou intensificação do pigarro em momentos de estresse ou nervosismo. O incômodo começa a ser preocupante quando é muito frequente e atrapalha sua rotina e dia a dia, muitas vezes afetando a autoestima ao falar em público, conversas pessoais e situações que seja necessária uma boca dicção e segurança ao falar.

5 – Baixa qualidade salivar

O pigarro também pode ser consequência da baixa produção ou baixa qualidade da saliva produzida pelo corpo. A falta total ou a má qualidade da saliva pode gerar consequências graves à saúde além do pigarro constante.

Problemas nos dentes e gengivas tornam-se mais frequentes e preocupantes, como as cáries, tártaro, mucosite, periodontite, entre outros.

Como tratar o pigarro

Existem algumas recomendações gerais para tratar do pigarro, como:

Procurar orientação médica

Agendar uma consulta com um otorrinolaringologista é o primeiro passo a ser dado para conhecer a razão do aparecimento do pigarro. Esse especialista irá indicar o tratamento ideal de acordo com a causa diagnosticada. Recomenda-se utilizar somente medicamento somente sob orientação médica.

Beba água

Médicos recomendam o consumo de no mínimo 2 litros de água por dia para um adulto saudável. Pessoas que sofrem com o pigarro devem criar o hábito de sempre levar consigo uma garrafinha de água durante o dia para manter a boca e garganta hidratadas.

Evitar falar muito

Pigarros frequentes podem desencadear tosses incômodas no meio das falas. Para preservar a voz e a saúde das cordas vocais o hábito de falar muito deve ser mudado para relaxar e revigorar a área da garganta.

Limpar as áreas afetadas

Sempre que puder, limpe as áreas que o pigarro costuma afetar, estas são as vias aéreas: nariz, boca e garganta. A higiene dos dentes deve ser sempre lembrada após cada refeição, junto com o costume de comer maçã ou alguns outros vegetais que ajudam a limpar a região.

Usar hidratante bucal

O pigarro pode trazer consequências até para os momentos de descanso. Muitas pessoas que sofrem com o incômodo não conseguem dormir, acordam com frequência para beber água e em alguns casos incomodam os parceiros no momento do sono, para solucionar é recomendado o uso de um repositor salivar hidratante para uso antes de dormir.

Nas melhores farmácias do país e do mundo são possíveis encontrar os produtos bioXtra, creme dental, enxaguatório, saliva artificial e spray oral. Para conhecer e saber mais sobre cada produto, clique aqui!

Realizar gargarejos

Gargarejos são amplamente indicados para desconfortos na garganta, já que pode ser feito em casa, e não tem contra-indicações. O gargarejo mais comum e fácil de ser feito para aliviar o desconforto do pigarro é com uma solução de água morna e sal, costuma ter alívio imediato e pode ser feito diversas vezes durante o dia.

Beber chás

Bebidas quentes no geral ajudam a amolecer e eliminar mucos que estão presos nas vias respiratórias. Desta forma, os chás são ótimos reforços para o tratamento contra o pigarro.

Nebulização

Para hidratar as mucosas da boca a nebulização pode ser um grande aliado, o vapor costuma aliviar a irritação e diminuir a tosse. Pode ser usada juntamente com óleos essenciais específicos para “abrir” as vias respiratórias.

Se você conhece mais alguma forma de tratar ou evitar o pigarro, conte pra gente. Compartilhe esse post e deixe seu relato abaixo!

As melhores farmácias do Brasil e do mundo vendem os produtos bioXtra, para encontrar uma perto de você consulte com seu CEP ou endereço no link: http://bioxtra.com.br/onde-comprar/

Postagens Recentes
Mostrando 53 comentários
  • Verissima
    Responder

    Passei uma semana com pigarro na garganta e agora to rouca sem poder falar ,passei a noite tossindo e amanheci rouca sem fala tô com medo de ser uma doença perigosa

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Verissima. O seu caso é específico e deve ser avaliado por um médico. Somente ele poderá analisar e recomendar o procedimento correto para sua situação.

  • Luciane Ribeiro
    Responder

    Estou sentindo muito mal com pigarro, tenho cisto na tireoide,e nao paro hora nenhuma de tentar tirar essa secreçao da garganta sinto como se o cisto da tireoide estivesse inflamada de tanto eu fazer os movimentos na garganta ja tenho um mes que estou assim nao sei mais o que fazer,meu nariz a noite entope e minha garganta fecha e fica mais dificil a respiraçao nao sei o que fazer alguem pode me ajudar

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Luciane. O pigarro pode estar relacionado a diversas causas e variam de pessoa para pessoa. Somente um médico poderá melhor avaliá-la e recomendar o procedimento correto para sua situação.

  • ariana oiteiro santos
    Responder

    oi tou com um pigarro muito forte trablho numa fabrica de biscoiso

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Ariana. O pigarro pode estar relacionado a diversas causas e variam de pessoa para pessoa. Somente um médico poderá melhor avaliá-la e recomendar o procedimento correto para sua situação.

  • Cleia glinski
    Responder

    Estou com picarro já faz tempo já fiz vários exames tipo induscupia laringuspia ecografia de tiróide fiz uma tomografia da garganta e não acharam nada e o pigarro e o desconforto na garganta continua já não sei o que fazer

  • jose vicente ferreira
    Responder

    \pelo que estou vendo por estas respostas destas informaçoes todos já sabem pois este site não esta sendo viavel procurar medico eu acho que todos ja o fiseran so estamos trocando informação para ver se alguen usou algum remedio que talves funcione obrigado JVF

  • atenir
    Responder

    “Há algumas recomendações gerais para tratar o pigarro, como:

    Beber muita água, para que a garganta fique sempre hidratada;
    Evitar falar muito, a fim de que as cordas vocais fiquem relaxadas;
    Limpar as áreas afetadas sempre que puder, seja comendo maçã ou assoando o nariz;
    Usar hidratante bucal, principalmente antes de dormir;”

    Já fiz tudo isso aí acima, mas meu pigarro persiste há mais de 15 anos. Tenho rinosinusite, trato com medicamentos, mas o pigarra não larga. O que fazer? obrigado.

    • Maria
      Responder

      A muito tempo tenho pegar o na garganta pois tenho poblema de sinusite chega me falta o Ar!

  • Andreia
    Responder

    Tem dois meses que estou assim perco o ar dormindo isso e horrível e como estivesse morrendo asfixiada tosse seca a noite toda e arde muito a garganta ! Sinto o gosto do Pizarro e nojento mais não são nada

  • Alan
    Responder

    Pelo que estou vendo aqui nos comentários, que nada mais é PIGARRO é uma doença crônica que não tem cura … infelizmente

    • bioXtra
      Responder

      Isso é relativo, depende da origem do problema. Por exemplo, se o problema for originado em baixa qualidade de saliva, ou secura bucal, nossos produtos podem ajudar!

  • Dulcy Casas
    Responder

    Comer gengibre em jejum tem aliviado o pigarro da minha garganta!! Sou professora e já fui fumante passivo e tenho refluxo. A gengibre alivia demais o pigarro.

  • Denise
    Responder

    Eu fiz cirurgia de desvio de septo e corneto. Desde então, tenho um pigarro que fica grudado na garganta e não sai. Tento tirá-lo o dia todo, mas não sai por completo.Penso que foi uma consequência (sequela) da cirurgia. Me arrependi. Agora, começou uma rouquidão e ressecamento na boca e garganta insuportáveis. Fui a um otorrino, comecei usar o medicamento e até agora, nada. Estou pensando em procurar um endócrino.

    • bioXtra
      Responder

      O seu otorrino indicou os produtos bioXtra?

    • David
      Responder

      Aconteceu do mesmo jeito comigo. Já não sei mais o que fazer.

  • Marcos malaquias lima
    Responder

    Estou com um Pizarro na garganta já fais dois meses tenho sinusite esse Pizarro e insuportável o que deve faser

    • bioXtra
      Responder

      Marcos, nossos produtos podem ajudar aliviar esse problema!
      Contudo, ainda assim é importante buscar a origem do problema.

  • Durval
    Responder

    Pela manhã, principalmente quando bebo cerveja a noite, tenho um pigarro avermelhado como se tivesse o muco com coloral.
    Faz uns 6 meses que tenho isso. Comelou após um sinosite que tratei com romã. O que pode ser e como tratar?

    • bioXtra
      Responder

      Durval, é impossível dar uma diagnóstico e indicar um tratamento sem os exames devidos.
      Procure um médico que possa examiná-lo.

  • Ingrid
    Responder

    Oi sou cabelereira e mexo muito com quimica e estou sentindo muito pigarro e tosse na hora de dormi pode ser por causas dos produtos??

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Ingrid. O seu pigarro pode estar relacionado a inalação deste produto químico. Caso seja, busque trocar de produto ou use uma máscara que lhe impeça de inalar esta composição. Vale lembrar que é necessário se consultar ao médico primeiro.

  • Milena
    Responder

    Olá.do nada eu começo a tossir muito e a garganta fica coçando ,incomoda muito,chega eu choro ,se eu tiver na rua morro de vergonha.é pigarro? E o que eu faço?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Milena. É necessário que se entenda o que está causando este sintoma constante. Busque uma avaliação feita por um médico. Desejamos melhoras.

  • Elba Machado Lopes
    Responder

    Meu nome Elba tenho 34 anos , esse incômodo já sinto a anos de estar dormindo e me enasgar com a própria saliva há passei em consults a médico passou xarope e pronto , mas ontem acordei com esse incomodo e bastente secreção na garganta nariz cleansing muito sensação de garganta seca e muita falta de ar durante o dia todo e hoje também mesma coisa I que devo facet pra aliviar já que bebo muita água.

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Elba. Estes sintomas podem ter relação ou não um com o outro. É necessário que se entenda o porquê disso. Praticar atividades físicas e manter uma alimentação saudável trazem benefícios para o corpo. Caso a primeira consulta não tenha atendido as suas necessidades busque a opinião de um segundo profissional.

  • germano da silva santos
    Responder

    Meu filho de 4 anos está com um pigarro que ataca o dia inteiro e notei que a úvula dele está muito torta parecendo um L .
    Isso pode ser a causa desse pigarro?
    Obs: ele já teve pneumonia e bronquite.

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Germano. Tudo bem? Não necessariamente o formato da úvula do seu filho pode estar relacionado ao pigarro. Leve-o ao médico para que seja analisado o caso dele especificamente.

  • Eduardo
    Responder

    Estou com pigarro a três semanas e não melhora essa noite dormindo acordei desesperado pós engasguei foi horrível o q faço?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Eduardo. Este sintoma de pigarro é frequente? É necessário se consultar ao médico para que seja avaliado o seu caso.

  • Fabiano mendes muniz
    Responder

    Ola !!!!eu sinto como se tivesse um fio na minha garganta e que eu tento tirar tossindo muito,de manhã a tosse se agrava e as vezes se noite eu fico tossindo porque minha garganta coça muito,ja não sei mais o que fazer para ambos os casos,vocês poderiam me ajudar por favor?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Fabiano. Esta linha que você menciona pode ser alguma irritação, ou não, causada pela tosse. Deve ser compreendido o que está causando esta tosse para dar início a algum tipo de tratamento. Um otorrinolaringologista é o especialista que irá indicar o tratamento ideal de acordo com a causa

  • Vinicius
    Responder

    Eu sempre tomo mel de abelha . Quando tenho .

  • Vitória
    Responder

    Meu irmão tem 5anos e faz uns dias que está com pigarro ele fica o dia todo com incômodo , tipo raspando , nem tosse … Tô preocupada !! Oq pode ser ? Ele não tá com nariz escorrendo !

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Vitória. Como mencionado em nosso artigo, o pigarro pode surgir após gripes e resfriados, uma vez que, nessas situações, ocorre o aumento de concentração de células de autoproteção na via respiratória. Se o sintoma persistir busque uma avaliação feita por um médico.

  • Idemilson Antoniassi Coli
    Responder

    Boa tarde,eu também tenho um pouco do pigarro na garganta que me incomoda muito,pois tenho que cantar e não posso;Posso usar pastilhas?ajuda ou não?Não sou fumante e não tenho resfriado já a algum tempo…

    • bioXtra
      Responder

      Olá, Idemilson. Há algumas recomendações para tratar o pigarro: Beber muita água, para que a garganta fique sempre hidratada; Evitar falar muito, a fim de que as cordas vocais fiquem relaxadas; Limpar as áreas afetadas sempre que puder, seja comendo maçã ou assoando o nariz; Usar hidratante bucal, principalmente antes de dormir; Utilizar pelo menos um gel hidratante específico para o ressecamento da boca.

  • Cris
    Responder

    Oi meu nome é cris
    Eu quero saber se O Pigarro da mau hálito?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Cris. O pigarro pode ter muitas causas diversas, talvez a causa do seu pigarro esteja desencadeando o mau hálito.

  • John Sanclé Viana Bernardino
    Responder

    Olà, a bastante tempo venho incomodado com o pigarro em minha garganta, isso vem no decorrer do dia todo, sei que isso não é normal já que não fumo, só que agora tenho sentido muito desconforto no peito e até falta de ar, as vezes meu coração acelera e isso me preocupa. Será que esses sintomas estão ligados diretamente a esse pigarro? Será uma consequência de não ter tratado?

    • bioXtra
      Responder

      Oi, John. Esses sintomas podem estar relacionados a ansiedade, em alguns casos o pigarro também é um dos sintomas de fundo emocional. Procure um médico psicólogo ou um clínico geral para te encaminhar ao especialista. Torcemos por sua melhora!

  • Cristiane
    Responder

    Pigarro que nao da nem pra engolor, falta ar, tosse seca com.pouca intensidade, tem hora peito fica chiando e fora os arrotos constante

  • Elaine
    Responder

    Minha secreção na garganta é devido refluxo…mas mesmo tomando a medicacao ele nao some…é horrivel…alguma explicação.

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Elaine. O refluxo pode trazer sensações incômodas na gargante, porém, apenas o médico que acompanha seu caso poderá te receitar o tratamento adequado.

  • Patrícia Rocha
    Responder

    Sempre que eu rio fico com pigarro sempre que eu tô com crise alérgica eu fico com pigarro tosse seca e aquela secreção que fica grudada que parece que não quer sair nunca sabe pode ser da Minha bronquite alérgica? Estou em tratamento com um pneu mas queria ter mais certeza.

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Patrícia. O pigarro pode estar diretamente relacionado ao quadro de bronquite alérgica, porém é importante realizar o tratamento com um profissional de sua confiança. O spray oral bioXtra pode te ajudar com o pigarro: http://bioxtra.com.br/produtos/spray-oral/

  • Mari Teixeira
    Responder

    Comecei com uma tosse com pigarro há quase 03 anos, as vezes com rouquidão, as vezes durante a noite parecia que minha garganta iria amanhecer inflamada, mas não, amanhecia bem. Hoje permanece a tosse com pigarro e ao tossir diaramente sai uma tirinha comprida de aproximadamente 5 cm, transparente, parecendo aquele coisa que tem no ovo , grudado na gema. Estou preocupada.

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Mari. Pelas informações parece se tratar de uma secreção normal, porém, apenas um médico poderá avaliar seu caso. O spray oral bioXtra pode te ajudar a aliviar o pigarro: http://bioxtra.com.br/produtos/spray-oral/

  • Marcos
    Responder

    Meu nome é Marcos e tenho halitose forte e uma pigarraria desgraçada, me ajudem.

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Marcos. Os produtos bioXtra ajudam muito pacientes com pigarro pois muitas vezes a saliva não tem boa qualidade, causando o desconforto. Conheça os produtos no link: http://bioxtra.com.br/lista-de-produtos/
      Quanto a halitose, algumas recomendações: beba bastante água, escove os dentes no mínimo 3 vezes ao dia, utilize um raspador lingual, faça uso do fio dental diariamente, tenha uma alimentação saudável e rica em fibras. É recomendado que procure por um médico para analisar a origem do problema, torcemos por sua melhora!

  • Paulo Altenhofen
    Responder

    bom dia. tenho um pigarro a talvez uns 10 anos. No começo manifestava mais a noite, mas de alguns anos para cá acontece de dia também. Não bebo e não fumo. Uso bastante a minha voz. prego numa igreja evangélica e canto também. Não é tosse com pigarro. É só pigarro mesmo. É só Hum-Hum mesmo. O que me dizem? Estou com vontade procurar um pneumologista!

    • bioXtra
      Responder

      Oi, Paulo. O pigarro pode ser causado por fundo alérgico, relacionado ao nervosismo ou até uma reação natural do corpo por falar muitas horas seguidas. O Spray oral bioXtra pode te ajudar a aliviar o desconforto durante a fala, saiba mais em: http://bioxtra.com.br/produtos/spray-oral/

Deixe um Comentário