Quais são os exames necessários para o diagnóstico da Síndrome de Sjögren | bioXtra

Quais são os exames necessários para o diagnóstico da Síndrome de Sjögren

 em Síndrome de Sjögren

Doença autoimune que ainda não foi descoberta a cura. Descubra neste artigo quais são os exames necessários para o diagnóstico da Síndrome de Sjögren!

A Síndrome de Sjögren é uma doença autoimune que tem como um dos principais sintomas a secura das mucosas, o que causa desconforto e complicações em todas as áreas da saúde do paciente. A Síndrome seca, como também é conhecida, desregula as defesas do corpo. Deixando o paciente mais frágil e suscetível a infecções e diversas doenças.

Os sintomas na maioria dos casos são o ressecamento das mucosas, cabelos e pele, além de causar problemas na tireóide, articulações, disfunções no intestino e perda muscular. Mudanças no padrão e na qualidade do sono, febre constante que não cede com medicação e cansaço em demasia também são comuns nos pacientes que sofrem com a SS.

Como é feito o diagnóstico da Síndrome de Sjögren?

Com diagnóstico difícil, exames de sangue tem um papel fundamental, pois detectam anticorpos anormais que estão presentes em pessoas com Síndrome de Sjögren. Em casos que a SS é secundária, na maioria das vezes a outra doença é descoberta e tratada primeiro.

Alguns testes podem ajudar os médicos no diagnóstico pois existem outras síndromes e doenças com sintomas parecidos. O teste de Schirmer é um deles, consiste em colocar uma tira de papel de filtro sob os olhos, para observar a quantidade de lágrimas. O médico pode encaminhar também para a realização da biópsia das glândulas salivares.

Somente um oftalmologista pode avaliar as lesões ou normalidade da superfície ocular.

Além disso, o diagnóstico para a Síndrome de Sjögren deve ser feito e acompanhado por um grupo multidisciplinar médico composto de:

  • Oftalmologistas;
  • Reumatologistas;
  • Otorrinolaringologistas;
  • Dentistas.

Tratamentos

Não existem comprovações reais sobre a cura da Síndrome de Sjögren, porém, o paciente fazendo todos os tratamentos e com acompanhamento pode ter uma vida normal e confortável.

Para secura ocular protetores de vento podem ser acoplados aos óculos, ajudando a manter a umidade local. Colírios e lágrimas artificiais podem ser também receitadas pelo oftalmologista.

Para boca seca o paciente deverá sempre manter a hidratação, tomando líquidos com frequência e usando repositores de saliva. Descongestionantes, antidepressivos, anti-histamínico e ansiolíticos devem ser evitados pelos pacientes, pois podem piorar a secura.

Cáries com frequência, bactérias e fungos podem podem ser mais possíveis em pacientes de SS. Para evitar é necessário hábitos de escovação rigorosos, escovando 3 vezes ao dia, ou após cada refeição e fazendo o uso do fio dental. Pessoas com a boca extremamente sensível e muito seca podem fazer o uso de uma escova ultra macia, como a Special Care da TePe, que tem 12 mil cerdas de poliéster e proporciona uma escovação suave.

Manter uma higiene dental rigorosa e consultas frequentes ao dentista ajudam a cuidar da saúde bucal, evitando lesões mais graves. Compressas de água quente podem amenizar os inchaços das glândulas salivares.

Conhece alguém que sofre com a Síndrome de Sjögren? Compartilhe esse post com ela!

 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar