Verdades e mentiras sobre tireoide | bioXtra

Verdades e mentiras sobre tireoide

 em Tireoide

Nesse posts separamos as principais verdades e mentiras sobre tireoide que costumam contar. Leia!

A tireoide é uma glândula com um formato que lembra uma borboleta, situada no pescoço, na frente da laringe. É uma das mais conhecidas e maiores glândulas do corpo humano, com um peso aproximado de 15 a 25 gramas em uma pessoa adulta.

Também chamada de tiroide, essa glândula atua em funções de órgãos essenciais, como o coração, cérebro, fígado e rins. A tireoide intervém ainda no crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes; no controle de ciclos menstruais e do peso; e ainda em fatores como a concentração, humor, memória e equilíbrio emocional.

O perfeito funcionamento da tireoide garante o autocontrole e estabilidade do corpo humano. Essa pequena glândula endócrina produz os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), os quais agem em todos os sistemas do corpo humano.

Se a tireoide não opera de maneira apropriada, pode liberar hormônios em quantidade exagerada (o chamado hipertireoidismo) ou baixas quantidades (denominado hipotireoidismo). Há muitas verdades e mentiras acerca da tireoide e seus distúrbios, e nós separamos cinco delas abaixo para que você entenda. Leia.

Dizem por aí que…

  • A tireoide é uma glândula muito importante para o organismo.

Verdade. Se comparada a outros órgãos, essa glândula é pequena. Porém, os dois hormônios que a tireoide produz, o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina), afetam diretamente no controle emocional e ndesenvolvimento adequado do corpo.

Para quem tem problemas de tireoide, os hormônios T3 e T4 podem ser produzidos em laboratório e serem ingeridos no formato de cápsulas, fato que possibilita a reposição dos mesmos. Isso vale também para pacientes que necessitam retirar a glândula, no caso de problemas maiores.

  • Todo mundo que sofre com distúrbios na tireoide tem um “papo” no pescoço.

Mentira. Há diversos tipos de hipotireoidismo e nem todos resultam no surgimento da tireomegalia (hipertrofia da tireoide ou o conhecido “papo”). Geralmente, a pessoa com distúrbios na tireoide procura o especialista por causa de outros sintomas relacionados à enfermidade.

  • O hipotireoidismo pode causar depressão.

Verdade. Aproximadamente 50% das pessoas diagnosticadas com hipotireoidismo apresentam sintomas relacionados à depressão e aproximadamente 30% dos depressivos têm hipotireoidismo.

Os hormônios da tireoide agem justamente em sistemas associados ao humor, memória, libido e outros. Assim, observa-se transtornos mentais ou alterações bruscas de humor em pacientes com problemas na liberação dos hormônios T3 e T4.

  • Quem tem nódulo da tireoide tem câncer.

Mentira. Estudos calculam que, após os 40 anos de idade, aproximadamente 50% da população tem algum nódulo na tireoide ainda que nem suspeitem e sequer tenham sintomas ou alterações em exames de sangue. Normalmente, os nódulos são percebidos em exames de rotina, como a ultrassonografia.

  • Quem toma hormônio da tireoide emagrece.

Mentira. Tomar esse tipo de medicamento sem ter de fato hipotireoidismo até causa a perda de peso, mas de maneira totalmente errada. O emagrecimento dessa forma começa pelos músculos, causando a perda de força, flacidez e o enfraquecimento da massa óssea. Destaca-se também que os problemas podem ser ainda maiores, atingindo inclusive o coração.

Vale lembrar que, independentemente do conhecimento que você tenha sobre tireoide, é importante realizar exames de rotina e preventivos, de modo que controle continuamente a produção de hormônios. Você sabe mais algum mito ou verdade sobre tireoide? Comente!

Postagens Recentes
Mostrando 4 comentários
  • CINTIA RIBEIRO DE AMORIM
    Responder

    POR FAVOR RESPONDA MINHA PERGUNTA CINTIA RIBEIRO DE AMORIM

    • bioXtra
      Responder

      Boa tarde, Cintia. No que podemos ajudar?

  • Gislaine
    Responder

    Tratamento da tireóide pode acarretar ganho de peso? em 3 anos de tratamento não conseguir estabilizar, é normal ?

    • bioXtra
      Responder

      Isso depende do tipo de tireoide.
      O ideal é conversar com o médico que acompanha seu tratamento!

Deixe um Comentário

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar