Acromegalia: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamentos indicados!

 em Dia a dia

Doença que gera crescimento excessivo de algumas partes do corpo. Entenda neste artigo o que é acromegalia, sintomas, diagnóstico e tratamentos indicados!

Condição hormonal que acontece quando a glândula hipófise libera hormônio de crescimento em excesso. A acromegalia leva ao crescimento anormal das mãos, pés e outras partes do corpo durante a vida adulta.

Nada se pode fazer para prevenir a acromegalia. Porém, o diagnóstico cedo da doença pode evitar as complicações.

A alta produção de hormônios de crescimento são causadas na maioria dos casos por um tumor na hipófise. Quase sempre o tumor é considerado benigno, ou seja, não canceroso. Porém, mesmo assim deve ser tratado.

A hipófise é localizada na parte inferior e posterior do cérebro e é considerada a principal glândula do corpo. Esse título se da pelo fato dela regular o funcionamento correto de todas as outras glândulas do corpo.

O tumor mais comum no caso de acromegalia é o adenoma. Que não é canceroso e não tende a se espalhar pelo corpo.

Existem também tumores localizados no pâncreas e nos pulmões que causam o mesmo efeito mas estes são mais raros.

Principais sintomas da acromegalia

  • Crescimento das cartilagens do nariz e orelhas;
  • Crescimento das extremidades como pés e mãos;
  • Crescimento da língua e do queixo;
  • Grandes espaços interdentais;
  • Voz rouca frequentemente;
  • Problemas nos olhos e na visão;
  • Dores de cabeça frequentes;
  • Dores nas articulações;
  • Dormência nas mãos;
  • Alterações no peso;
  • Crescimento alterado nos pelos;
  • Aparecimento de pólipos no intestino.

Acromegalia tem cura?

Sim, a acromegalia pode ser curada. A cura total da doença depende de 3 fatores: diagnóstico cedo da doença, tratamento adequado com acompanhamento médico e tamanho do tumor.

Diagnostico e tratamentos para acromegalia

Os médicos responsáveis pelo caso que podem realizar o diagnóstico são: endocrinologista, neurocirurgião e o clínico geral.

Em um primeiro momento o pré diagnóstico pode ser apenas visual pelo crescimento extremo. Porém, para ter o resultado correto e poder começar com os tratamentos são necessários os seguintes exames:

  • Exame de sangue pois a doença eleva os níveis de açúcar, altera a pressão arterial e eleva as taxas do hormônio do crescimento;
  • Radiografia do crânio para ver o espessamento dos ossos e alargamento dos seios nasais característicos da condição;
  • Radiografias das mãos devem ser feitas para verificar o espaçamento dos ossos na região dos dedos;
  • Tomografias devem ser feitas para observar crescimentos anormais na hipófise, é comum surgir tumores na região.

O diagnóstico da acromegalia costuma ser demorado e difícil, visto que os primeiros sintomas podem ser entendidos apenas como mudanças normais do corpo. É indicado que ao primeiro sinal de acromegalia o paciente reúna fotos consecutivas para visualizar com o médico as mudanças.

Já o tratamento da doença deve ser feito com o uso de medicação via oral. Os remédios tem como objetivo aumentar a dopamina, retardar a ação dos hormônios de crescimento e reduzir o tamanho do tumor.

Em alguns casos são necessárias sessões de radioterapia ou até cirurgias para remover o tumor.

Conhece alguém que tem acromegalia? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude na conscientização da doença!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Sarampo quais os cuidados necessários5 dicas para conviver melhor com alguém em depressão