Entenda o que é a doença de Creutzfeldt–Jakob (DCJ) aqui!

 em Causas, Dia a dia

Condição neurodegenerativa que leva a demência e morte. Aprenda neste artigo o que é a doença de Creutzfeldt-Jakob, sintomas e prognóstico!

A doença de Creutzfeldt-Jakob também pode ser chamada pela sigla DCJ. O nome tem origem dos dois neurologistas que descreveram e estudaram a condição no início do século 20, Hans Creutzfeldt e Alfons Maria Jakob. 

Conhecida popularmente como a doença da vaca louca, a DCJ é extremamente rara e tem menos de mil casos por ano no Brasil. Após o diagnóstico, o tratamento pode ajudar, porém não tem cura. 

Com diferentes causas e sintomas que se espalham rapidamente, a DCJ afeta diretamente o cérebro, causando lesões que causam disfunções de movimento e demência. Além disso, a doença causa transtornos psicossociais como ansiedade e depressão, perda de memória e mudanças de personalidade. 

Causas da Creutzfeldt-Jakob

De forma geral a condição pode ser ter três causas diferentes: hereditária, esporádica e adquirida. Veja abaixo:

DCJ Esporádica 

Tipo mais comum da doença de Creutzfeldt-Jakob que afeta 85% dos casos. O grupo de risco neste caso são pessoas em torno dos 60 anos de idade, porém não é rara em adultos a partir dos 40. 

Especialistas que estudam a DCJ esporádica ainda não tem informações sobre uma causa determinante que cause os sintomas e consequências.

DCJ Familiar

Clinicamente falando, o tipo familiar é causado por uma mutação no gene PrPC que causa alterações em sua forma e se torne o príon causador da doença. No grupo de risco estão os pacientes com casos da doença na família e costuma começar com idade precoce. 

Estima-se que 5 a 15% dos casos da condição sejam deste tipo. 

DCJ Adquirida

Esses casos podem causados pela ação de ingerir carne contaminada e de passar por algum procedimento invasivo com materiais contaminados.

Estudos mostram que a doença de Creutzfeldt-Jakob não pode ser transmitida por contato casual e nem por contato íntimo.

Sintomas cognitivos da DCJ

  • Confusão mental ou amnésia;
  • Demência;
  • Desorientação ou delírio;
  • Dificuldade de concentração;
  • Dificuldade em dormir ou continuar dormindo;
  • Dificuldades em falar e entender o que falam;
  • Incapacidade em entender o idioma.

Sintomas físicos da DCJ

  • Vista turva;
  • Ritmo nas contrações musculares;
  • Coordenação motora comprometida;
  • Espasmos musculares;
  • Reflexos hiperativos;
  • Movimentação lenta.
  • Movimentação involuntária dos olhos.

Sintomas psicológicos da DCJ

  • Transtorno de ansiedade generalizada;
  • Depressão;
  • Alucinações frequentes;
  • Mudança de personalidade;
  • Apatia.

Como é feito o diagnóstico?

Existindo a suspeita das doença de Creutzfeldt-Jakob é importante fazer uma bateria de exames que são:

  • Exames de imagem (ressonância magnética);
  • Eletroencefalografia;
  • Análise do líquido cefalorraquidiano.

Fechar o diagnóstico pode ser um processo longo e difícil, já que existem muitas outras doenças com sintomas próximos. 

É comum também que após a morte seja feita uma biópsia do tecido cerebral para confirmar o diagnóstico e estudar o tipo de doença causada por príon. 

Convivendo com a doença de Creutzfeldt-Jakob

A DCJ não tem cura e ainda não existe tratamento para retardar a evolução do quadro, sendo assim o único tratamento tem como objetivo aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. 

Essa condição é fatal e costuma levar a óbito em poucos anos após o aparecimento dos primeiros sintomas. Neste período podem ser usados anticonvulsivantes, ansiolíticos, sedativos e antipsicóticos. 

Já conhecia essa doença extremamente rara? Ajude na conscientização da doença de Creutzfeldt-Jakob compartilhando este artigo nas suas redes sociais!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

sindrome do tunel do carpooutubro rosa