Falta de ar e ansiedade: entenda a relação, diagnóstico e tratamentos! | bioXtra

Falta de ar e ansiedade: entenda a relação, diagnóstico e tratamentos!

 em Dia a dia

O combo falta de ar e ansiedade é muito comum e pode acompanhar também outros sintomas. Entenda neste artigo a relação e como realizar o tratamento!

A ansiedade é um uma condição psicológica que afeta diretamente o emocional e a percepção de realidade do paciente. O transtorno de ansiedade tem cura na grande maioria dos casos. Porém a ansiedade é um sentimento inerente ao ser humano e sempre estará presente em momentos pontuais.

A falta de ar é um sintoma bem comum em quem sofre com transtorno de ansiedade e costuma vir acompanhada da dor no peito. Porém, o problema é que em um primeiro momento ela pode ser confundida com:

  • Infarto;
  • Asfixia;
  • Surto psicótico;
  • Asma;
  • Doenças graves;
  • Sensação de desmaio.

A falta de ar pode acompanhar as crises de ansiedade e gerar o sentimento de dissociação da realidade.

Outros sintomas comuns da ansiedade

O quadro de ansiedade conta com diversos sintomas físicos como:

Boca seca

A xerostomia em pacientes com transtornos psicossociais é comum por duas razões. A primeira é a relacionada aos sintomas emocionais de medo que tendem a ressecar a boca. A segunda razão está ligada a medicação prescrita que em muitos casos resseca as mucosas dos olhos e boca.

O ressecamento das mucosas orais causa maior incidência de cáries, doenças periodontais e gengivais, além do mau hálito. A boca seca deve ser umedecida com frequência, o uso de um repositor salivar pode ser um ótimo aliado neste caso.

Aprenda a usar os repositores bioXtra no texto: QUAL A MELHOR OPÇÃO DE SALIVA ARTIFICIAL? DESCUBRA NESTE ARTIGO!

Pernas inquietas

Muitos pacientes com ansiedade tem a necessidade de externar os sintomas de ansiedade fisicamente. Por este motivo as pernas inquietas são bem comuns. Elas não trazem nenhum malefício para a saúde e costumam diminuir com os tratamentos da ansiedade.

Crises de choro

As crises de choro costumam acontecer nos momentos de crise de ansiedade e vem acompanhadas da falta de ar. Elas costumam durar até 10 minutos e depois diminuir a intensidade.

Formigamentos

É comum as pessoas sentirem formigamentos nas extremidades. Os formigamentos podem “passear” pelo corpo ou se manter apenas em um local. Assim como as crises de choro, os formigamentos acontecem em momentos de crise e costumam durar até 10 minutos.

Os sintomas psicológicos que a ansiedade trás, na maioria dos casos são:

Medo

A sensação de medo costuma ser constante em quem sofre com ansiedade. Essa sensação pode desencadear diversos outros problemas como fobia social, claustrofobia e diversas outras fobias.

Angústia

O sensação de angústia costuma ser frequente. Diferente do medo, a angústia nos ansiosos é linear, podendo ou não sofre picos.

Sensação de culpa

A culpa está muito relacionada com a angústia. Ela pode afetar diversas áreas da vida, como por exemplo: pessoal, profissional e acadêmica.

Como é feito o diagnóstico e tratamento

Os especialistas responsáveis pelo diagnóstico e tratamento da ansiedade são os psicólogos e psiquiatras. Muitas vezes o próprio paciente consegue perceber as alterações psicológicas e físicas, como o caso da falta de ar. Porém, o acompanhamento médico é necessário.

O tratamento indicado depende do paciente, sua rotina e o grau da doença. Os principais são:

Terapia

As sessões de psicoterapia ajudam o ansioso a reconhecer os gatilhos das crises e lidar com eles de uma maneira mais saudável, minimizando os desgastes emocionais. É na terapia que a pessoa aprende exercícios de respiração para evitar a falta de ar e ansiedade como consequência.

A terapia pode ser sozinho com o psicólogo, em grupo, ocupacionais e devem acontecer pelo menos 1 vez a cada 15 dias.

Medicação

Em casos graves de transtorno de ansiedade em que o paciente não consegue mais levar uma vida normal e cumprir sua rotina, a medicação pode ser prescrita. Normalmente são receitados antidepressivos, beta-bloqueadores, anti-histamínicos.

Conhece alguém que sofre com a falta de ar e ansiedade? Compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude um amigo!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Homem chorandoSarampo quais os cuidados necessários