Métodos contraceptivos: entenda os prós e contra de cada um | bioXtra

Métodos contraceptivos: entenda os prós e contra de cada um

 em Dia a dia

Os métodos contraconceptivos evitam a gravidez indesejada que é uma das preocupações de casais. Neste artigo entenda os prós e contra de cada um!

Por mais simples que pareça o uso de um método contraceptivo, a consulta anual com ginecologista é indispensável! No acompanhamento médico podem ser tiradas dúvidas, devem ser feitos os exames de rotina e o exame preventivo.

Lembre-se! Métodos contraceptivos evitam apenas a gravidez indesejada. As doenças sexualmente transmissíveis só podem ser prevenidas com o uso da camisinha, seja ela feminina ou a masculina.

Os métodos contraceptivos mais usados

Todos os métodos podem ser indicados ou não de acordo com a saúde do paciente. É importante a conversa com o profissional da saúde para adequar a indicação com o valor que o paciente possa gastar. Considerando que alguns são oferecidos pelo SUS ou pelo plano de saúde de forma gratuita.

Pilula anticoncepcional

É o método contraceptivo mais utilizado pelas mulheres para evitar a ovulação. A medicação é ingerida via oral um comprimido por dia e pode ser adquirida de forma gratuita pelo SUS.

As pílulas anticoncepcionais tem como vantagens reduzir os efeitos da TPM, regular o ciclo menstrual e evitar acne. Porém, conta com desvantagens como náuseas, sintomas de depressão e risco de trombo em mulheres com histórico familiar.

A pílula deve ser ingerida todos os dias no mesmo horário para ter um resultado mais efetivo em evitar a gravidez.

Anticoncepcional injetável

Esse método deve ser feito sempre por um enfermeiro. A injeção anticoncepcional é aplicada no músculo do braço ou da perna. Sua dose pode ser injetada todo mês ou de 3 em 3 meses. Essa medicação impede a ovulação de forma efetiva porém, pode causar alterações no peso e no apetite, enxaqueca, acne hormonal e até queda de cabelo.

Costuma ser uma ótima opção para mulheres com doenças mentais e epilepsia, que não podem fazer uso do anticoncepcional via oral.

Implante anticoncepcional

Dos métodos citados, este é novidade! O implante anticoncepcional nada mais é do que um tubo pequeno de aproximadamente 4 cm feito de plástico que é colocado no braço. O dispositivo deve ser colocado no consultório do ginecologista e pode ficar até 3 anos dentro do corpo evitando a ovulação.

O implante anticoncepcional libera hormônios lentamente ao longo do tempo e alivia os sintomas da TPM.

Diu (dispositivo intrauterino)

Nesse método contraceptivo, as ovulações são dificultadas pela presença de hormônios na região pélvica. Com o formato em T com menos de 30 mm, o DIU dura até 5 anos no corpo evitando a gravidez indesejada.

Esse método é uma opção prática para quem não quer ter o compromisso de tomar a pílula todos os dias ou em casos de trombose. O DIU corre o risco de sair do lugar, causando dor abdominal e deixando o corpo vulnerável a gravidez.

Diafragma

O diafragma nada mais é do que um anel côncavo feito em borracha que bloqueia a passagem do esperma. Esse dispositivo deve ser colocado 30 minutos antes da relação e retirado 12 horas depois para ser efetivo.

O mesmo diafragma pode ser usado por até 2 anos, sendo lavado e seco após cada uso.

Anel vaginal

Parecido com o diafragma, o anel vaginal é vazado e contém hormônios em sua superfície. O anel deve ser introduzido tal qual um absorvente interno e permanecer no mesmo local durante 3 semanas. Após os 7 dias de intervalo deve ser introduzido um novo anel vaginal.

O anel vaginal tem efetividade em evitar a gravidez em 91% dos casos. É necessário a compra com receituário médico.

Os métodos contraceptivos naturais

Os métodos naturais podem ajudar a evitar a gravidez. Porém, o ciclo de ovulação pode variar, causando uma gravidez indesejada, se este for o único método contraceptivo. Alguns exemplos são:

Tabelinha

Neste método a mulher deve calcular em média o seu período fértil e não se relacionar sem proteção nos dias.

Temperatura do corpo

Mulheres que usam este método medem a temperatura do corpo todos os dias. Pois durante e logo após a ovulação a temperatura tende a aumentar. O termômetro deve medir sempre no mesmo local para que o método funcione.

Muco vaginal

Uma das formas de anúncio do corpo para a ovulação da mulher é a alteração do muco. Durante o período fértil sua textura fica mais grossa, esbranquiçada e pegajosa. Durante este período a mulher não deve ter relações sem proteção.

Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais ou marque as amigas nos comentários! Você pode ajudar mulheres a escolher a melhor forma de prevenir uma gravidez indesejada.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar