Outubro rosa: grupo de risco do câncer de mama. Entenda!

 em Câncer, Causas

Para cuidar da sua saúde é importante estar atenta aos sinais! Entenda neste artigo quais são os grupos de risco do câncer de mama!

Tumor maligno que se desenvolve na região mamária, o câncer de mama é consequência de alterações em algum conjunto de células da região. Com mais de 2 milhões de novos casos por ano só no Brasil, a doença é considerada comum e tem tratamento disponível gratuitamente no SUS. 

O câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). Essa condição pode ser apresentada também em homens, porém, em menor quantidade – a proporção é de 1 para cada 100 casos em mulheres.

Quando detectado em fase inicial, as chances de cura completa com tratamentos menos agressivos aumentam consideravelmente. Para o diagnóstico precoce, é altamente recomendado o exame de toque e exames clínicos como ultrassonografia mamária e mamografia.

Grupo de risco do câncer de mama

Existem algumas situações que aumentam a probabilidade de desenvolver a doença, veja abaixo:

Idade

O grupo de risco a partir da idade gira em torno dos 50 anos, com uma janela que começa aos 40 e vai até os 69. Nesta fase o estrogênio está no seu auge e os riscos entram em uma curva ascendente. 

Histórico familiar

Casos de câncer na mama na família devem acender o sinal de alerta de que você deve se cuidar e monitorar a saúde. Os médicos levam em consideração o grau de parentesco, idade do paciente e casos de câncer nos ovários. 

Menstruação precoce

O hormônio estrogênio tem ligação direta com as chances de desenvolver câncer de mama. A menstruação precoce (por volta dos 9 ou 10 anos) deixa o corpo exposto por mais anos ao hormônio. 

Quando as taxas hormonais estão alteradas, existem mais chances das células mamárias entrarem em desordem e resultarem em um tumor. 

Menopausa tardia

A lógica é a mesma do caso apresentado anteriormente. Quando não existe a pausa total da menstruação, o corpo e os ovários continuam com altíssimo contato de estrogênio, o que deixa as glândulas mamárias mais expostas ao crescimento celular desordenado.

Reposição hormonal

O uso de hormônios para diminuir os sintomas da menopausa podem aumentar as chances de desenvolver um tumor na mama. Converse e siga as recomendações do seu médico!

Colesterol alto

Mulheres que tem altos níveis de colesterol, tendem a produzir mais estrogênio do que outras mulheres, o que aumenta consideravelmente os riscos da doença.

Ausência de gravidez

Mulheres que nunca amamentaram tem mais chances de desenvolver tumor nas mamas. A amamentação estimula as glândulas, diminuindo a concentração de hormônios na região. 

Tumor anterior na mama

Casos de câncer recidivo podem acontecer já que essa paciente tem maiores chances de sofrer novamente com a doença.

Outubro Rosa é uma campanha mundial de conscientização do câncer de mama. Que tem como principal objetivo alertar a sociedade e as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e prevenção!

Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude na conscientização da doença! Já teve câncer de mama? Deixe seu relato nos comentários!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

doença de Creutzfeldt-Jakob