Quais são os tratamentos indicados para depressão grave?

 em Depressão

Transtorno psicossocial que pode afetar o paciente em diferentes níveis. Leia neste artigo quais são os tratamentos para depressão grave!

Conhecida também como transtorno depressivo maior, a depressão grave é o estágio mais preocupante da doença. Com alterações psicológicas, sociais e biológicas, a condição psicossocial afeta todas as áreas da vida do paciente.

O transtorno depressivo grave pode aparecer de diferentes formas em cada pessoa. Existem casos que o paciente tem um quadro depressivo grave por conta de um evento traumático e consegue obter a cura. E outros que mesmo realizando todos os tratamentos, os sintomas até diminuem mas sempre voltam.

Principais sintomas da depressão grave

  • Humor deprimido a todo momento;
  • Angústia frequente;
  • Sentimento de vazio;
  • Sentimento de culpa;
  • Fadiga;
  • Pouca energia;
  • Problemas de memória;
  • Problemas de concentração;
  • Alta irritabilidade;
  • Alterações no apetite;
  • Alterações no peso;
  • Pensar com muita frequência sobre a morte;
  • Pensar em suicídio;
  • Planejar formas de se machucar.

Tratamentos indicados para depressão grave

Existem diversas maneiras de tratar o transtorno depressivo. Cabe ao paciente e ao médico responsável, encontrar o melhor caminho juntos! A depressão grave tem um tratamento mais lento, na maioria dos casos, por isso combinar 2 ou mais métodos pode acelerar a cura.

Medicação via oral

O tratamento para depressão grave com medicação é feito para repor os neurotransmissores que a doença diminui. Tais como serotonina, dopamina e noradrenalina. Somente o uso de medicação não trás a cura ao paciente, ela apenas irá dar o apoio necessário para o paciente dar início a uma nova rotina.

A medicação receitada pode demorar entre 2 a 6 semanas para começar a agir. É preciso neste meio tempo ficar atento também as alterações e reações adversas que os remédios podem causar. Algumas das mais comuns são:

  • Alteração da libido;
  • Alteração no apetite;
  • Alterações no peso;
  • Sensação de boca seca;
  • Insônia ou hipersonia;
  • Tontura.

Terapia

As sessões de terapia comprovadamente ajudam os pacientes de depressão grave. Podem acontecer no máximo duas vezes por semana ou no mínimo duas vezes por mês, dependendo da necessidade do paciente.

Nas sessões com psicólogo ou psicoterapeuta, o paciente vai aprender a lidar da melhor maneira com seus traumas, reorganizar seus pensamentos para uma forma mais positiva, e ver os problemas por outro ângulo.

Terapias alternativas

Dentre as terapias alternativas estão inclusas as terapias em grupo, reiki, meditação e acupuntura. Elas não substituem os outros tratamentos. Mas podem complementar as sessões de terapia e medicação, pois ajudam a auto-estima e auto-confiança.

Alimentação

Pacientes de quadros depressivos devem realizar uma alimentação rica em triptofano, um aminoácido que ajuda o corpo a sintetizar a serotonina (hormônio da felicidade e prazer). Alguns exemplos de alimentos rico nesse composto são:

  • Peixe;
  • Ovo;
  • Semente de abóbora;
  • Leguminosas;
  • Arroz integral;
  • Chocolate amargo;
  • Aveia;
  • Nozes e castanhas;
  • Banana;
  • Leite.  

Tratar as doenças associadas

A depressão pode surgir por consequência de outras doenças como diabetes, hipotireoidismo, Alzheimer, Parkinson e outras. Também pode estar associada a medicamentos que tem como reação o humor depressivo.

É importante nesses casos tratar a doença relacionada e manter um diálogo aberto com o médico responsável para a possível troca de medicação ou como driblar os problemas.

Outros tipos de depressão

  • Depressão unipolar;
  • Depressão psicótica;
  • Depressão bipolar;
  • Depressão afetivo-sazonal;
  • Depressão pós parto;
  • Depressão disfórica pré menstrual;
  • Depressão nervosa.

Conhece alguém que sofre com a depressão grave? Compartilhe esse post com ela(e) ou marque nos comentários!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Depressão unipolar sintomas causas e principais tratamentosHomem chorando