Vacinação em adultos? Entenda o por que e qual a frequência! | bioXtra

Vacinação em adultos? Entenda o por que e qual deve ser a frequência!

 em Uncategorized

A vacinação em adultos muitas vezes é negligenciada. Entenda neste artigo a importância de se prevenir e qual a frequência necessária!

A vacinação é um jeito prático e barato de prevenção a doenças graves. Por ser um método altamente eficaz é de extrema importância a vacinação de todos. O objetivo final das vacinas é prevenir surtos, epidemias e erradicar doenças a longo prazo.

Engana-se quem pensa que a vacinação deve ser feita só em crianças e adolescentes. Os adultos devem manter suas vacinas em dia para se proteger e proteger as pessoas a sua volta. Sem cumprir o calendário de vacinação, todo e qualquer adulto pode oferecer risco a pessoas com saúde mais frágil, como idosos, bebês e crianças.

Além da falta de incentivo do governo com campanhas de vacinação em adultos, um grande inimigo da saúde pública é o movimento antivacina. Ele consiste em não se vacinar e nem vacinar seus filhos. O que o movimento acredita é que a vacinação causa doença ao invés de tratá-las.

O que é comprovadamente mentira! As vacinas passam por diversos testes e por um rigoroso teste de qualidade para ter sua eficácia garantida.

No Brasil, o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente assegura o direito a saúde e fazendo obrigatória a vacinação. Os responsáveis podem perder a guarda por se recusar a vacinar as crianças sob sua tutela.

Qual deve ser a frequência da vacinação em adultos?

Dos 20 aos 59 anos, todos os adultos devem seguir o calendário abaixo de acordo com a sua carteira de vacinação. Apenas com os registros de data e das vacinas já ministradas, é possível descobrir qual a idade exata para cada uma delas.

  • Febre amarela: deve ser tomada em dose única;
  • Hepatite B: devem ser tomadas 3 doses, distribuídas de acordo com o calendário;
  • Difteria e tétano: deve ser tomada de 10 em 10 anos;
  • Tríplice viral: quem nunca foi vacinado deve tomar 2 doses até os 29 anos e 1 até os 49 anos;
  • Pneumocócica 23 Valente: deve ser tomada apenas uma vez.

Descubra como se vacinar

No Brasil a vacinação é totalmente gratuita. Distribuída pelo SUS e supervisionada pela ANVISA, as vacinas estão disponíveis nos postos de saúde licenciados.

Para tomar as vacinas necessárias e proteger sua saúde é só se dirigir ao posto mais próximo da sua região com seu cartão de vacinação e carteira de identidade. Caso não tenha, o próprio posto pode disponibilizar um novo.

Dúvidas frequentes

Como a vacina age no corpo?

A vacina tem em sua composição, microrganismos da doença enfraquecidos ou mortos. Quando injetada, o corpo começa a trabalhar formas de se “livrar”, o que estimula a produção de anticorpos para combater a doença.

Após a vacina conseguir criar novos anticorpos, o corpo saberá como se defender contra a doença, caso a contraia.

Reações à vacina são normais?

Sim, é normal sofrer com algumas pequenas reações após. A grande maioria dos casos apresentam apenas dor no local da aplicação e estado febril ou febre baixa.

Existe vacina para todas as doenças?

Infelizmente não. Mas com as pesquisas avançadas sobre o tratamento e cura de diversas ameaças, é possível que existam cada vez mais vacinas.

As vacinas acabaram com quais doenças?

No Brasil, atualmente são consideradas erradicadas pela vacinação em massa a poliomielite e a varíola.

Conhece alguém que tem dúvidas sobre vacinação? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude um amigo!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar